Raio-X Das Eleições - Arquivos e informações sobre as eleições.
Selecione um ano abaixo para visualizar...

[ 2000 ] [ 2002 ] [ 2004 ] [ 2006 ] [ 2008 ] [ 2010 ]
[ 2012 ]
Saúde
01 Abril de 2014
Força tarefa contra a dengue

...
 

Durante 10 dias uma equipe formada por 23 homens enviados pelo Governo de Minas irá fazer um trabalho intensivo de combate a dengue por toda a cidade e no distrito de Capitânia, onde foram encontrados focos da doença.

 

É a Força Tarefa do governo do Estado nos municípios atingidos pela doença.


Nesta segunda o prefeito Jordão Medrado e o secretário municipal de saúde, Uériston Sabino deram as boas vindas à equipe que saiu logo cedo para realizar os trabalhos de prevenção a dengue no Município

 

Força Tarefa


Atuando nas áreas da Assistência, Comunicação e Epidemiologia, a Força Tarefa tem como arma as ações de mobilização social. Os profissionais que atuam na Força Tarefa têm por objetivo combater os focos que podem servir de criadouro para a dengue e conscientizar a população sobre o problema. Eles atuam como um reforço às ações que já devem existir nos municípios.

 

A Força Tarefa é formada por soldados do Exército, da Aeronáutica e agentes de saúde. Essas pessoas realizam uma varredura nas áreas consideradas de risco, visitando casas, percorrendo lojas comerciais e lotes baldios para eliminar os possíveis focos do mosquito.

 

O Governo de Minas tem desenvolvido uma série de ações para combater a dengue, tornando-se referência nacional e sendo modelo para programas de outros estados e também do Ministério da Saúde.

 

O sucesso dessas ações, reforçadas pela participação de todos os cidadãos, fez com que em dois anos os casos de dengue fossem reduzidos em 75% no Estado. No entanto, a dengue continua a ameaçar a vida das pessoas e o Governo de Minas não relaxa no combate à doença, continuando e intensificando ações que visam reduzir ainda mais os casos e convocando a população a mobilizar-se no combate a esse inimigo.

 

Além da equipe do governo do estado, os agentes epidemiológicos do Município, que são 10, também irão participar da Força Tarefa.

 

Colabore. Receba bem os funcionários e faça a sua parte, evitando focos do mosquito transmissor da dengue.

 

Vamos deixar Montalvânia livre da dengue.


Fonte: Assessoria de Comunicação - ASCOM


Posse
12 Fevereiro de 2014
Empossada nova diretora da Superintendência Regional de Ensino de Januária

Fabrícia Ferreira Mota será responsável pelo acompanhamento de 133 escolas da rede enquanto gestora da regional
 

Fabrícia Ferreira Mota em seu primeiro discurso enquanto diretora da Superintendência Regional de Ensino de Januária. Crédito: Hudson Menezes ACS SEE

A Superintendência Regional de Ensino de Januária tem nova direção. Nesta terça-feira (11/02), a secretária de Estado de Educação, Ana Lúcia Gazzola, empossou a nova diretora da regional, Fabrícia Ferreira Mota. A gestora será responsável pelo acompanhamento educacional de 133 escolas estaduais distribuídas em 19 municípios do Norte do Estado.

Na cerimônia de posse Ana Lúcia Gazzola destacou que Fabrícia veio se juntar a um time vencedor. “Ela é uma descoberta. Teve um ótimo desempenho na certificação, além de uma carreira acadêmica completa, com o seu doutorado em curso, e experiências nos sistemas estadual e municipal de ensino”, disse.

Os desafios da função servem de estímulo à nova gestora que planeja trabalhar de forma articulada para o desenvolvimento do ensino em sua região. “Eu sei que o desafio é grande, mas pretendo desenvolver um trabalho em parceria com a Secretaria focando na aprendizagem dos nossos alunos, no bom relacionamento com o pessoal, não só da Superintendência, mas das secretarias municipais de educação e todos os que trabalham com a educação no Norte de Minas Gerais”, deseja.

Perfil da gestora

Fabrícia Ferreira Mota é graduada em Pedagogia com Formação em Supervisão Educacional, Inspeção Escolar e Magistério. A educadora também é graduada em Letras (Português / Inglês) e mestre em Gestão Educacional. Atualmente, está cursando doutorado em Educação pela Universidade Autônoma de Assuncion.  

Além das titulações acadêmicas, Fabrícia Ferreira atuou como supervisora pedagógica e professora do ensino médio para os conteúdos de Língua Portuguesa, Filosofia e Psicologia, na rede estadual de ensino. A educadora foi secretária municipal de educação de Manga e vice-presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação – Regional Januária – entre os anos de 2011 e 2012.

Reunião gerencial

Teve início nesta terça-feira a primeira reunião gerencial de 2014. Durante a agenda com os diretores das 47 Superintendências Regionais de Ensino, a secretária de Estado de Educação, Ana Lúcia Gazzola, passou orientações das áreas pedagógicas, administrativas e de pessoal. O encontro vai até o próximo dia 13.

No primeiro dia de reunião, os diretores das superintendências se encontraram com o secretário de Estado de Governo, Danilo de Castro. “É a segunda vez que o secretário participa da reunião com nossos diretores das Superintendências Regionais de Ensino. Considerando também a peculiaridade deste ano, que é um ano eleitoral, ele fez uma série de recomendações a respeito da observância da legislação eleitoral, os limites da nossa atuação como agentes públicos e os cuidados que devem ser tomados”.

Em sua fala, o secretário destacou a importância dos diretores no desenvolvimento da educação mineira. “Se olharmos os resultados de Minas vamos ver que estamos na cabeça e isso foi graças a um trabalho sério, à participação de cada um de vocês, porque ninguém trabalha sozinho. Vocês são pessoas fundamentais nesse processo”, disse.

Durante os três dias, os gestores regionais terão agendas com a diretora da Magistra – Escola de Formação e Desenvolvimento Profissional de Educadores – Ângela Dalben, o subsecretário de Gestão de Recursos Humanos, Luiz Musa de Noronha, o subsecretário de Administração do Sistema Educacional, Leonardo Petrus, a subsecretária de Tecnologias e Informações Educacionais, Sônia Andere e a subsecretária de Desenvolvimento da Educação Básica, Raquel Elizabete de Souza Santos.

Fonte:educacao.mg.gov.b

Infraestrutura
11 Fevereiro de 2014
Começam os trabalhos para implantação da rede de abastecimento de água no conjunto Santa Eulália

As 68 casas, em fase final de construção, no loteamento Santa Eulália irão receber em breve água encanada da COPASA.
 

Os trabalhos para dar início à implantação da rede de abastecimento de água já foram iniciados.

Dentro de alguns dias serão colocados os canos que irão levar água potável e de boa qualidade para a população que irá habitar o conjunto.

Fonte: Assessoria de Comunicação - ASCOM

Reforma
08 Fevereiro de 2014
Aprovado projeto para reforma do Mercado Municipal

O prefeito de Montalvânia, Jordão Medrado, assinou convênio com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA para reforma do Mercado Municipal no valor de 300 mil reais.
 

Sendo que R$ 292.500,00 de repasse do MAPA com contrapartida do Município de R$ 7.500,00.

De acordo com o gerente municipal de convênios, Éderson Pereira Marinho, o próximo passo será a publicação do contrato de repasse no Diário Oficial da União para que seja autorizada a abertura do processo licitatório e, assim, firmar contrato com a empresa vencedora e que irá executar a obra.

O Mercado de Montalvânia foi inaugurado no dia 25 de dezembro de 1968, na administração do prefeito Djalma de Souza Montalvão e passou por uma única reforma e ampliação no mandado do prefeito Belozino Pereira do Nascimento, e entregue à população no dia 9 de agosto de1997.

Depois de 46 anos de inaugurado e 17 de sua única reforma, o maior e mais importante centro comercial da cidade já não atendia mais as necessidades da população e dos comerciantes.

O prédio, em péssimo estado de conservação, inclusive pondo em risco a saúde da população, e que sempre foi motivo de reclamação, agora irá se transformar num espaço mais moderno, higiênico e funcional, satisfazendo assim, as necessidades dos seus comerciantes e do povo cochanino.

Fonte: Assessoria de Comunicação - ASCOM

Educação
03 Fevereiro de 2014
Alunos da rede municipal voltam às aulas nesta segunda-feira (3)

...
 

Os cerca de mil alunos da rede municipal de ensino voltaram às atividades escolares nesta segunda-feira (3), nas 12 escolas da zona rural, 2 na sede e 2 creches, uma na sede e outra no distrito de São Sebastião de Poções.

Jornalista / Fernando Abreu

Reforma
03 Fevereiro de 2014
Município reforma pontes nos distritos de Pitarana e Capitânia

O Município entregou à população, nesta sexta-feira (31/01), a ponte sobre o rio Cochá no distrito de Capitânia, completamente reformada e recuperada.
 

De acordo com o Secretário Municipal de Obras e Infraestrutura, Francisco Charlys Pereira, um caminhão carregado de carvão passou pela ponte danificando algumas peças, deixando-a comprometida.

Para não por em risco a vida de motoristas e pedestres que a utilizam, a mesma foi interditada para reforma.

A mesma foi encerrada no fim do mês de janeiro e entregue à população que volta a fazer uso normal desta via de acesso.

A ponte na divisa com a Bahia, sobre o rio Carinhanha, no distrito de Pitarana, seria reformada através de um acordo entre os prefeitos de Cocos BA e Montalvânia, como noticiado aqui.

Mas como não houve interesse por parte do prefeito de Cocos, Alexnaldo Correa, o Dr. Alex, o prefeito de Montalvânia, Jordão Medrado, assumiu o compromisso e executou parte da reforma da ponte, que cabia ao Município, ficando a parte baiana sem reformar.

A ponte foi construída há aproximadamente 50 anos e durante este tempo passou por 4 reformas, contando com esta última.

Jornalista / Fernando Abreu

Eleições
16 Janeiro de 2014
População de Montalvânia trocará os candidatos paraquedistas pelo candidato Dr. Asfalto

Cansados das promessas não cumpridas dos políticos, população de Montalvânia tentará eleger o Dr. Asfalto
 

Internautas criam campanha bem humorada pra chamar a atenção do Governo sobre a demora na conclusão da BR-135, na região do extremo Norte de MG, entre Itacarambi e Montalvânia.

A situação é tão crítica, que até missa já foi cancelada em Montalvânia simplesmente porque o acesso não é asfaltado. O bispo da Diocese de Januária, dom José Moreira da Silva, cancelou a realização do encerramento do Ano da Fé na cidade de Montalvânia, no final do ano passado, porque o evento seria transmitido ao vivo pela Rede Vida e a empresa responsável pelo caminhão-link - que envia o sinal para o satélite alegou a impossibilidade de transitar por estrada de chão, já que a poeira estraga os caros e sensíveis equipamentos utilizados nas coberturas televisivas. 

“Precisamos chamar a atenção da classe política sobre a situação deste encantado asfalto que nunca chega a Montalvânia. Mesmo de forma irônica". Brincou o jornalista Fernando Abreu.

Fonte: emcimadanoticia.com

Telefonia
15 Janeiro de 2014
Distritos de Montalvânia serão beneficiados com serviços de telefonia móvel

...
 

Com o objetivo de reduzir as desigualdades regionais e promover o desenvolvimento econômico e social do Estado, o governador Antonio Anastasia lançou, nesta segunda-feira (13), a segunda etapa do Programa de Universalização do Acesso aos Serviços de Telecomunicações do Estado de Minas Gerais, o Minas Comunica II.

O prefeito de Montalvânia, Jordão Medrado, esteve presente a solenidade.

Esta etapa visa implantar o serviço de cobertura celular e comunicação de dados em 692 distritos de 359 municípios mineiros, onde vivem cerca de 1,17 milhão de pessoas. Os investimentos previstos podem chegar a R$ 138,4 milhões.

Os distritos de Montalvânia, Capitânia, Pitarana e São Sebastião de Poções serão beneficiados pelo Programa.

A primeira etapa do programa foi lançada em abril de 2007 e beneficiou diretamente cerca de 2,5 milhões de pessoas em 412 sedes de municípios, que, naquele ano, não contavam com o serviço de telefonia celular e transmissão de dados. Em agosto de 2008, o programa já tinha cumprido sua meta e levado o sinal de telefonia celular para 100% das cidades mineiras.

Em seu pronunciamento, Anastasia destacou o papel social e econômico da segunda etapa do programa.

- O Minas Comunica II é uma sequência de um trabalho já realizado com muito sucesso pelo então governador Aécio Neves ao levar o sinal de telefonia celular para a sede dos municípios que não tinha esse serviço. Agora estamos levando para a sede dos distritos, ou seja, para a área rural dos municípios. O sinal de telefonia celular hoje significa não só conforto, segurança, mas, fundamentalmente, para o homem do campo e para o produtor rural, oportunidades de negócios, informação, acesso às notícias e, é claro, prosperidade e desenvolvimento, afirmou o governador.

Além de atender à população dos distritos, o programa irá facilitar a comunicação dos viajantes, pois haverá ampliação da cobertura. O Minas Comunica II será desenvolvido pelas secretarias de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e de Fazenda (SEF), levando em consideração os distritos existentes durante o Censo de 2010. O programa não atinge as comunidades ou aglomerados não rurais não elevados à categoria de distrito.

A meta é, até o final deste ano, levar o serviço de telefonia celular a 50% desses distritos. O projeto deverá ser concluído até fevereiro de 2016, ou seja, 24 meses após a assinatura do termo de compromisso com o vencedor do chamamento, em fevereiro de 2014.

Jornalista / Fernando Abreu


Vídeo
13 Janeiro de 2014
O Princípio do prazer (Geraldo Azevedo)

interpretado por Washington Sabino
 
Política
11 Janeiro de 2014
Justiça Federal condena 5 prefeitos do Norte de Minas por corrupção

O ex-prefeito José Florisval de Ornelas e seu filho, o advogado e procurador jurídico de Montalvânia, Fabrício Falcão de Ornelas, estão entre os condenados
 

O Ministério Público Federal e a sociedade norte-mineira tiveram motivos de sobra para comemorar o natal e o ano novo. Em dezembro, a Subseção da Justiça Federal em Montes Claros condenou quatro prefeitos da região por atos de corrupção. Além disso, transitou em julgado, não cabendo mais recurso, acórdão do Tribunal Federal Regional da 1ª Região que confirmou sentença de primeiro condenatória do ex-prefeito de Capitão Enéas, Zílmio Rocha. As sentenças foram proferidas pelo Juiz Federal Alexey Süümann Pere, da 1ª Vara Federal de Montes Claros, em ações criminais e ações de improbidade administrativa. Além dos prefeitos também foram condenados integrantes de comissões permanentes de licitação e empresários envolvidos nas fraudes a licitações.

Entre os condenados estão o ex-prefeito José Florisval de Ornelas, de Montalvânia; seu filho, o advogado e procurador jurídico do município, Fabrício Falcão de Ornelas. Também foram condenados o ex-prefeito Sinval Soares Leite, de Claro dos Poções; o ex-prefeito Juvêncio Companheiro de Matos, de Ninheira; e o ex-prefeito, professor Joaquim Gonçalves da Silva, de Juvenília. Transitou em julgado a decisão que condenou o ex-prefeito Zílmio Rocha, de Capitão Enéas, e outros nove envolvidos.

Com as condenações, os envolvidos ficam com os direitos políticos suspensos por prazos que variam de cinco a oito anos, não podendo se candidatar a nenhum cargo eletivo. Além disso, não poderão firmar quaisquer espécies de contratos administrativos com o Poder Público. Todos foram condenados ainda a penas pecuniárias e terão que pagar multa e devolver dinheiro ao erário.

Para o MPF, o caso relativo a Capitão Enéas é emblemático por vários aspectos. Primeiro porque os valores desviados da merenda escolar são estimados em meio milhão de reais em um dos municípios mais pobres do Norte de Minas. Segundo, porque é relativo a uma das primeiras operações realizadas pela Delegacia da Polícia Federal em Montes Claros no combate ao desvio de verbas públicas. Terceiro, porque o Tribunal Regional Federal da 1ª Região já havia mantido uma sentença de primeira instância, o acórdão transitou em julgado, não cabendo mais recurso. Dessa forma, o ex-prefeito Zílmio Rocha e o empresário José Ribamar Vieira Oliveira estão proibidos de contratar com o poder público e terão de pagar multa civil.

Quanto a Montalvânia, o MPF observa que a condenação é relevante por causa das pessoas envolvidas. Esta é a segunda condenação criminal do ex-prefeito José Florisval de Ornelas, considerado pelo MPF como “verdadeiro coronel naquelas bandas”.

Os processos em que houve as condenações são relativos à aquisição de unidades móveis de saúde, que ficou nacionalmente conhecido como Máfia das Sanguessugas; aquisição de gêneros alimentícios para estudantes, através do Programa Nacional de Alimentação Escolar, obras de engenharia e outros.

Fonte: blogdofabiooliva.blogspot.com.br

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10


















Estamos há

Dias no ar

Sobre o site


Este é o site oficial da cidade de Montalvânia - Minas Gerais! Ele surgiu da idéia de poder unir e matar a saudade dos amigos conterrâneos, que, por um motivo ou por outro, hoje se encontram distante da sua "terrinha natal". Este espaço é seu, amigo conterrâneo, divulgue-o, fale com orgulho da Montalvânia de todos nós.
Volte sempre!
montalvania.com.br

 
Edelson Dlyon: Ola estou passando para parabenizar o site. Maristânia: É muito bom poder "matar" um pouquinho da saudade de nossa cidade maravilhosa. Marlarlucia Vieira: Adoro o site, e um meio para recordar os momentos bons. Macelo Lopes Nunes: Esse site e muito bom. Eu gostei muito.