SITE OFICIAL DA CIDADE DE MONTALVÂNIA
WWW.MONTALVANIA.COM.BR

Publicidade: (77) 9 9949-4184
Parceiros1

ÚLTIMASNOTÍCIAS

    Juvenília

  28 Abril de 2020

Folha do Vale lança enquete com pré-candidatos a prefeito em Juvenília


  Essa é uma sondagem que faz parte do próprio processo eleitoral, com base em uma lista inicial de nomes já publicamente ventilada no meio político.

JUVENÍLIA –  O portal Folha do Vale lança nesta segunda – feira (27), a primeira enquete voltada a eleição majoritária de 4 de outubro. Sete nomes foram apurados pela reportagem – após consulta com integrantes de agremiações – como de potencial para assumirem o posto de pré-candidatos a prefeito de Juvenília, no Norte de Minas.


Eles foram listados em ordem alfabética. A enquete se encerra ao meio dia da próxima terça- feira, dia 4 de maio. O resultado será divulgado na quarta-feira (5). Essa é uma sondagem que faz parte do próprio processo eleitoral, com base em uma lista inicial de nomes já publicamente ventilada no meio político.


A enquete segue a Lei Federal 9.504/1997 a Resolução 23.549/2017, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Tais normativas permitem a realização de enquete ou sondagem eleitoral antes do período de campanha eleitoral conforme o parágrafo 5º do artigo 33 na Lei Federal: “É vedada, no período de campanha eleitoral, a realização de enquetes relacionadas ao processo eleitoral”. 


“Se trata de mero levantamento de opiniões, sem controle de amostragem científica. Cabe ao interessado a participar espontaneamente da enquete e opinar”, reforça o jornalista. Enquanto uma pesquisa deve seguir os rigores dos procedimentos científicos, a enquete apenas faz sondagem da opinião dos eleitores sem atender aos requisitos formais, como segmentação dos entrevistados, metodologia, valor e origem dos recursos despendidos no trabalho.

Link: Clique aqui!


Fonte: folhadovale.net


Compartilhe nas Redes Sociais

    Aniversário

  22 Abril de 2020

Montalvânia completa 58 anos de emancipação política.


  Parabéns!

O município de Montalvânia, no extremo norte de Minas Gerais, completa nesta terça-feira (22) 58 anos de emancipação política. Montalvânia foi emancipada em 22 de abril de 1962, que até então pertencia ao município de Manga.

Nas  eleições de 1958 João Pereira indicado o filho de Bembém, o ex-prefeito Raymundo Pastor, para seu sucessor, Montalvão enfrenta mais uma vez o coronelismo jagunço da região. Raymundo pelo PSD e Montalvão pela UDN novamente.

Mas desta vez ele ganhou. O povo estava ansioso por mudanças. Foram históricos os comícios, a vitória, a comemoração e a posse de Montalvão.

Veja + Aqui!


Compartilhe nas Redes Sociais

    CORONA VÍRUS

  16 Abril de 2020

Hospital Cristo Rei


  Participe dessa corrente do bem! Contamos com sua ajuda! Mais informações procure a administração do Hospital Cristo Rei ou ligue para (38)3614-1252.


Compartilhe nas Redes Sociais

    CORONA VÍRUS

  16 Abril de 2020

PREFEITURA DE MONTALVÂNIA, DISTRIBUI MÁSCARAS PARA TRABALHADORES DA LINHA DE FRENTE DA COVID-19


  ...

- As máscaras foram confeccionadas pelas oficineiras de corte e costura do Centro de Artesanato Sebastião Custódio Silva com material próprio que, infelizmente, já chegou ao fim. Doe material e ajude a nossa cidade a se manter livre do Coronavírus.


Com as novas recomendações do Ministério da Saúde relacionadas ao uso de máscaras pela população em geral, como forma de prevenção ao contágio da Covid-19, o Centro de Artesanato Sebastião Custódio Silva abriu suas portas e convocou as oficineiras de Corte e Costura, e todos seus funcionários, para, confeccionar máscaras de tecido para serem distribuídas aos profissionais da linha de frente de combate a pandemia como funcionários da Saúde, do CRAS, do setor de Obras, garis e outros profissionais que têm contato direto com outras pessoas.


Todos que trabalham na confecção das máscaras seguem as normas de higienização recomendadas pelo Ministério da Saúde e todo o material confeccionado é higienizado antes de ser embalado e entregue para o uso.


O material usado na confecção das máscaras foi do próprio Centro de Artesanato, que tinha pouco estoque e, por conta da dificuldade de adquirir os insumos como tecido, TNT, elástico e linha, devido a pandemia, para continuar realizando este trabalho a instituição necessita de doações.


Caso alguém, pessoa física ou jurídica, queira doar material, as oficineiras se dispõem a voltar ao trabalho e confeccionar mais máscaras para serem entregues a alguma instituição beneficente e/ou para aqueles que não têm condições de comprar.


As máscaras se somam às diversas estratégias de prevenção para uso dos profissionais que estão atuando na linha de frente no combate ao Coronavírus, mas a intenção da Prefeitura, por meio do Centro de Artesanato, é atingir um maior número de beneficiados, para assim, manter a cidade longe do contágio da doença. E para isso a sua ajuda é de fundamental importância.


Doe material e ajude a nossa cidade a se manter livre do Coronavírus.


E não se esqueça:


Fique em casa. Só saia em caso de extrema necessidade e evite aglomerações.


Ajude-nos a cuidar de você!


Fonte: ASCOM - Prefeitura de Montalvânia / Jornalista responsável: Fernando Abreu



Compartilhe nas Redes Sociais

    CORONA VÍRUS

  14 Abril de 2020

COVID: PREFEITO FAZ APELO DRAMÁTICO


  Diante do descaso com o distanciamento social, Prefeitura de Montalvânia ‘implora’ por fechamento de comércio não essencial e para que população fique em casa.

O prefeito de Montalvânia, José Florisval Ornelas, o dr. José (PTB), resolveu radicalizar na tentativa de manter o isolamento da população e barrar o avanço do coronavírus no município.


Montalvânia tem, até agora, 23 notificações relacionadas aos sintomas da Covid-19. Oito desses casos, porém, já foram descartados. Há ainda um óbito suspeito, que aguarda confirmação de exame laboratorial.


A Prefeitura baixou até agora três decretos com medidas para prevenção de contágio, inclusive com a recomendação do Ministério da Saúde para que atividades ligadas a serviços não essenciais fossem suspensas.


Em comunicado emitido nesta terça-feira (14), a Prefeitura lembra que, conforme orientação do Ministério Público, comércios que não seguirem as orientações dos decretos municipais ficam sujeitos à aplicação de multa e suspensão de suas atividades.


No limite, o empresário pode responder criminalmente por condutas que incitem a aglomeração de pessoas, diz a nota.


A Prefeitura garante que vai intensificar a fiscalização e que, agora, mais do que nunca, “é preciso obedecer o isolamento social e evitar sair às ruas”.


Em tom dramático, o comunicado do prefeito José Ornelas lembra aos cochaninos (o gentílico do lugar) que, se surgir algum caso da Covid-19 em Montalvânia, “infelizmente, a única unidade hospitalar da cidade, o Hospital Cristo Rei, não possui estrutura para tratar de eventuais pacientes. Esperamos que não aconteça, mas da forma que a população e os comerciantes estão se comportando, infelizmente, em questão de dias o primeiro caso deverá surgir”.


No fecho, a nota diz que o município não possui suporte para atender à população em caso de colapso do sistema e que, “sendo assim, infelizmente, pessoas irão morrer sem atendimento”.


O tom de quase desespero da nota, o site apurou, é porque o prefeito Ornelas, que é médico, sabe das dificuldades que a município teria para lidar com as possíveis consequências de surto da Covid-19 ao longo das próximas semanas. “O prefeito está muito preocupado”, diz uma fonte.


Fonte: www.luisclaudioguedes.com.br


Compartilhe nas Redes Sociais

    CORONA VÍRUS

  14 Abril de 2020

MONTALVÂNIA


  PARA GARANTIR A SAÚDE DA POPULAÇÃO PREFEITO DE MONTALVÂNIA “IMPLORA” PARA QUE O COMÉRCIO DE SERVIÇOS NÃO ESSENCIAIS FIQUE FECHADO E AS PESSOAS PERMANEÇAM EM CASA.

Com o objetivo de preservar a saúde da população diante da pandemia do novo Coronavírus, o Chefe do Executivo de Montalvânia, prorroga os Decretos de Nº 06, Nº 08 e Nº 09/2020.


Entre as medidas de prevenção de contágio, seguindo recomendações do Ministério da Saúde, todos os comércios de serviços não essenciais deverão manter-se fechados.


Conforme orientação do Ministério Público, os comércios que não seguirem as orientações do Decreto estarão sujeitos a aplicação de multa e suspensão de suas atividades, inclusive responder criminalmente por sua conduta.


A fiscalização vai estar atuante e, agora, mais do que nunca, devemos obedecer o isolamento social e evitar sair às ruas.


Lembramos que, se surgirem casos da Covid-19 em Montalvânia, o único hospital da cidade, o Hospital Cristo Rei, possui estrutura restrita para tratar destes pacientes.


Esperamos que não aconteça, mas da forma que a população e os comerciantes estão se comportando, infelizmente, em questão de dias o primeiro caso deverá surgir.


E o Município não possui suporte para atender, sendo assim, infelizmente, pessoas irão morrer sem atendimento.


Portanto, o Município “implora” para que os comércios que não são considerados serviços essenciais fiquem fechados e que a população permaneça em casa.


Ajude-nos a cuidar de você!


Fonte: ASCOM - Prefeitura de Montalvânia / Jornalista responsável: Fernando Abreu


Compartilhe nas Redes Sociais

    Denúncia

  06 Abril de 2020

DENÚNCIA


  O prefeito municipal de Montalvânia, MG, Dr. José Florisval de Ornelas, representando o município, adquiriu do Sr. Luiz Augusto da Mota ( Luizão Cachuite) uma hectare de terra para construir o lixão em São Sebastião dos Poções, pelo valor de R$ 1.000,00

 (Um mil reais). Mas informou na prestação de contas do município que o citado terreno custou R$ 28.500,00 (Vinte oito mil e quinhentos reais).



Por: Flavio Macedo Soares


Compartilhe nas Redes Sociais

    CORONA VÍRUS

  06 Abril de 2020

MONTALVÂNIA


  PREFEITO DE MONTALVÂNIA DESTINA RECURSO PARA O HOSPITAL CRISTO REI SE PREPARAR PARA A PANDEMIA DO CORONAVÍRUS

- A medida emergencial tem como objetivo destinar recurso de 100 mil reais à Fundação de Saúde de Montalvânia / Hospital Cristo Rei, parte do dinheiro que seria usado nas comemorações do Aniversário da Cidade (22/4), mas que agora vai servir para que o único hospital do município possa se equipar e se preparar para receber possíveis casos da covid-19


Diante da pandemia do novo coronavírus e da grave situação na Saúde de todos os município do Brasil e do mundo, o prefeito de Montalvânia, o médico José Florisval de Ornelas, o Dr. José, preocupado com o risco iminente da covid-19 chegar ao município e o único hospital da cidade não dispor de recursos para receber possíveis casos de contaminação da doença, editou medida emergencial de socorro à Fundação de Saúde de Montalvânia / Hospital Cristo Rei.


A medida destina recursos no valor de 100 mil reais para que o Hospital possa se equipar para enfrentar a pandemia, adquirindo medicamentos, insumos e equipamentos de proteção individual.


O prefeito encaminhou à Câmara de Vereadores pedido de autorização legislativa em regime de urgência urgentíssima justificando que é notório o que todos estão passando face à pandemia da covid-19, o que tem demandado esforços de todas as esferas do governo atitudes em aparelhar e dar condições aos hospitais para atender à população.


ORIGEM DO RECURSO

A origem do recurso destinado à Fundação de Saúde é de parte do dinheiro que o Executivo possuía para as comemorações do Aniversário da Cidade, que seriam realizadas em 22 de abril, mas foram canceladas devido a pandemia.


PREOCUPAÇÃO COM A SAÚDE

Devido o prefeito ser médico, ele tem uma preocupação especial com a Saúde e o único hospital do município, tanto que durante a sua gestão a subvenção mensal destinada à Fundação de Saúde de Montalvânia, entidade privada e sem fins lucrativos e mantenedora do Hospital Cristo Rei, aumentou significativamente de 54 para 69 mil e atualmente é de 74 mil reais, o que equivale a 888 mil por ano.


A FUNDAÇÃO AGRADECE

Para a diretora administrativa da Fundação, Sandra Maria Pimenta Santana, a instituição já estava preocupada, pois, durante a pandemia do Coronavírus, muitas pessoas deverão procurar o hospital ao mesmo tempo, e a instituição não oferece suporte para tal. Mas que agora, com esse recurso, passará a poder ofertar um melhor atendimento à população durante esta crise que atinge o município e todo o mundo.

- Nós estávamos muito preocupados com o funcionamento do hospital com relação a medicação, insumos e principalmente os equipamentos de proteção individual, para enfrentar esta crise. Quando passamos a situação para Dr. José ele imediatamente se mostrou disposto a ajudar a resolver o problema. Agradecemos imensamente a ele por ter tido uma atitude muito responsável com os munícipes e também com os funcionários que estão na linha de frente e precisam de proteção, declara a diretora.


FALTA DE UNIÃO E DE PREOCUPAÇÃO COM O POVO

O Projeto de Lei N º 06/2020, de autoria do Poder Executivo, "que autoriza o município de Montalvânia a efetuar repasse financeiro à Fundação de Saúde de Montalvânia", foi votado nesta quinta-feira (2) e sancionado na sexta-feira (3). Foi aprovado por 8 votos. O presidente da Câmara, Gildenes Justiniano Silva, não tem direito a voto, o vereador Geraldo Flávio de Macedo Soares não participou da reunião por estar de licença médica e o vereador Adaílton Pereira de Souza, o Dadá de Poções, se absteve de votar.


De acordo com o prefeito Dr. José este momento único em que estamos vivendo deve ser de união e as divergências políticas devem ser deixadas de lado e que todos devem dirigir seus pensamentos e preocupações para quem é prioridade, o povo.


- Neste momento precisamos, mais do que nunca, de união, de concentrarmos esforços para conseguir reduzir ao máximo o impacto desta pandemia. O vereador Dadá, abstendo-se de votar, ou seja, “lavando suas mãos” e deixando de ajudar o único hospital da cidade a se preparar para receber vítimas da doença que está assolando o mundo, deu uma demonstração de que não se preocupa com o povo de Montalvânia, indo contra tudo o que prega. Espero que o vereador nunca seja vítima desta doença, mas se infelizmente for e tiver que ir ao hospital, que ele lembre que não ajudou a instituição a oferecer condições para receber pacientes acometidos da covid-19. Queria que este momento não fosse usado com brigas partidárias e desavenças políticas mas, sim, de se unir em benefício da população. Estamos vivendo uma crise inédita em que todos deveriam se unir em benefício de quem mais precisa de apoio: o povo de Montalvânia, encerra Dr. José.


Fonte: ASCOM - Prefeitura de Montalvânia / Jornalista responsável: Fernando Abreu


Compartilhe nas Redes Sociais

    CORONA VÍRUS

  01 Abril de 2020

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO


  Quarta-feira 1º de Abril 2020 - 18 horas.

A Prefeitura de Montalvânia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, informa que, nenhum paciente foi notificado com suspeita da doença no município desta quarta-feira (1º).

Continuam os 18 casos suspeitos.

Dos quatro (4) pacientes internados no Hospital Cristo Rei, o idoso de 77 anos, da cidade de Juvenília, que deu entrada na quinta-feira (26), foi transferido para uma UTI, da cidade de Brasília de Minas e os outros três (3), um (1) de Juvenília, um (1) de Montalvânia e um (1) da cidade de Manga, tiveram alta hospitalar.


Dos casos notificados nas UBS todos encontram-se em quarentena domiciliar e em monitoramento.

Reforçamos que não precisa se alarmar.

Mantenha a calma e continue em casa.

Ajude-nos a cuidar de você!

Fonte: ASCOM - Prefeitura de Montalvânia / Jornalista responsável: Fernando Abreu


Compartilhe nas Redes Sociais

    CORONA VÍRUS

  31 Março de 2020

Ex-morador de Montalvânia morre por covid-19 no Piauí


  A vítima é o empresário Oderman Bittencourt Martins, de 45 anos, diretor da Delta Laticínios.

TERESINA / MONTALVÂNIA – A Secretaria Estadual de Saúde do Piauí confirmou, na noite desta segunda-feira (30/03), a quarta morte provocada por Covid-19 no estado. A vítima é o empresário Oderman Bittencourt Martins, de 45 anos, diretor da Delta Laticínios.

Oderman é natural de Vitória da Conquista e morou em Montalvânia na década de 1990, onde fez muitas amizades, inclusive com esta pessoa que vos escreve.

Ainda cedo mudou-se para Montes Claros e depois para outras cidades, mas de vez em quando vinha visitar amigos e parentes.

Era filho de Cosme Martins, o Cosme de Aristeu, e dona Carmen Bittencourt, família muito querida na cidade.

Segundo nota da Secretaria Estadual de Saúde do Piauí Oderman estava internado na Unidade de Tratamento Intensivo – UTI, do Hospital Natan Portela, em Teresina, apresentava histórico de viagem ao Ceará, tinha comorbidades, como obesidade e hipertensão e foi uma das pessoas que teve contato com o prefeito Antônio Felícia, de São José do Divino, que morreu na última sexta-feira (27), também vítima do novo Coronavírus.

Oderman deixa esposa e três filhos.

Que Deus, em sua infinita misericórdia, acolha a alma do amigo Oderman e conforte os corações de todos que sofrem com sua precoce partida!

Nossos sentimentos a toda família, em especial a sua irmã Nayara, que é enfermeira e trabalha no município.


Por: Jornalista Fernando Abreu


Compartilhe nas Redes Sociais

Parceiros1

Parceiros2
Microrcim Microrcim L&C Glass Design L&C Glass Design