SITE OFICIAL DA CIDADE DE MONTALVÂNIA
WWW.MONTALVANIA.COM.BR


Role para baixo
     

montalvania@montalvania.com.br
(77) 9 9949-4184 / 9 9140-6265
 Confraternização
  30 Junho de 2017
CONFRATERNIZAÇÃO JUNINA
NASF promove delicioso café da manhã junino.

Muita vitalidade e alegria foram o que demonstraram os convidados para o delicioso e farto café da manhã do NASF, nesta sexta-feira (30) no Ginásio Poliesportivo da Praça de Esportes neste dia em que se encerram as festas juninas.

Teve quadrilha improvisada, comidas e bebidas típicas, muita animação e alegria num gostoso encontro entre amigos.

O NASF é o Núcleo de Apoio à Saúde da Família - NASF, composto por profissionais de diferentes áreas de conhecimento que atuam em conjunto com os profissionais das equipes de Saúde da Família, compartilhando e apoiando as práticas em saúde dessas equipes. Possui educadores físicos, fisioterapeutas e nutricionista e realizam um bonito e importante trabalho no município.

Na abertura a educadora física, Nádia Bitencourt, falou da importância do trabalho dos profissionais e agradeceu o apoio de todos que colaboram para o sucesso da equipe, que está fazendo a diferença para as famílias cochaninas.

O secretário de Saúde, José Afonso Filogônio Ferreira, reforçou a importância e dedicação dos profissionais do NASF e agradeceu a presença das pessoas que estavam ali se confraternizando e se divertindo.

O pároco do município, Padre Paulo Roberto Silva, abençoou o ambiente e o evento dizendo que onde existe alegria Deus está presente.

Houve quadrilha improvisada onde todos demonstraram muito vigor e vitalidade numa animada brincadeira.

Foi um evento maravilhoso onde todos se sentiram valorizados e felizes como uma grande família. Fonte: ASCOM

 Vaquejada
  29 Junho de 2017
FEIRA DA MATA
Tudo pronto para uma das maiores vaquejadas da região.

A cidade de Feira da Mata, no Oeste da Bahia, se prepara para realizar uma das maiores vaquejadas da região, no Parque Herculano Tibúrcio, que carrega com ele uma história de sucesso, na pista são várias edições de grandes vaquejadas, que já premiaram vaqueiros de todas as regiões em diversas categorias e em grandes circuitos.

Paralelo à vaquejada, vai acontecer a 1ª Exposição Agropecuária, shows musicais com artistas locais e renomados a exemplo de Bonde do Forró.

O evento começa nesta sexta-feira (30) e vai até 1 de julho, com R$ 55 mil distribuídos entre profissionais, amadores e aspirantes. Tudo isso no conforto de um dos parques mais bem estruturados do Oeste. Fonte: www.folhadovale.net


 BR 135
  29 Junho de 2017
COMÍCIO DE ARLEN TERMINA EM FIASCO
Paulo Guedes reage à tentativa de adversários em assumir paternidade do asfalto entre Montalvânia e Monte Rei.

O risco negro do asfalto corta o sertão e vira motivo de disputa entre políticos. Homem observa, solitário, fala de Arlen Santiago durante comício para "inauguração" do asfalto em Montalvânia.

Os deputados Arlen Santiago (estadual) e Zé Silva (federal) não foram muito felizes ao tentar botar seus bois para pastarem no capim guiné da pavimentação da BR-135, iniciada em 2010 e ainda sem conclusão. Falta pavimentar o subtrecho entre Manga/Itacarambi. A falência do Estado brasileiro fez minguar as inaugurações de obras públicas por todo do lado e agora os políticos disputam, como urubus na carniça, as oportunidades escassas de fazer proselitismo junto aos seus eleitores.

O Brasil é, a bem da verdade, um cemitério de obras paradas, pela simples razão de que não há dinheiro para nada. O país é também esse deserto de decência, pelos motivos que o noticiário expõe todo santo dia. É total a descrença da população com as suas lideranças, mas parece que os políticos ainda não entedram o recado: insistem em pousar como os benfeitores do dinheiro suado arrecadado com os impostos de uma das cargas tributárias mais altas do mundo.  

A inauguração do subtrecho da BR-135 entre Montalvânia e o distrito de Monte Rei, no extremo norte-mineiro, com extensão de 18,4 quilômetros, virou motivo de disputa entre os atuais deputados, alguns de inexpressiva representatividade naquela microrregião, desde sempre esquecida pelo poder público. Os deputados estaduais Arlen Santiago (PTB) e Paulo Guedes (PT), além do federal José Silva (Solidariedade), disputam a paternidade da obra. 

Arlen e Zé Silva montaram palanque no final da quinta-feira (22) para ‘inaugurar’ o asfalto entre Montalvânia e Monte Rei, obra autorizada ainda no governo do então presidente Lula, em junho de 2010, pelo ministro dos Transportes do turno Luiz Sérgio Passos. O comício de Arlen Santiago foi um fiasco total. Menos de 100 pessoas compareceram ao evento, anunciado à exaustão em carros de som pelas ruas da cidade e nas redes sociais.

Os deputados tinham planejado colocar a placa com a inauguração da obra, mas desistiram depois que o Departamento de Infraestrutura de Transportes (Dnit), resolveu não enviar representante para participar do ato político.   

Esperada há décadas, a pavimentação da BR-135 só começou a virar realidade depois que o então ministro Passos fez visita relâmpago à região para assinar as ordens de serviços para a pavimentação de três subtrechos da rodovia, um deles foi esse que a dupla Zé Silva e Arlen ‘inauguraram’ esta semana. Naquela ocasião, a visita do ministro foi ciceroneada pelo então deputado federal Virgílio Guimarães e o ainda deputado estadual Paulo Guedes, ambos petistas. 

Era o auge do chamado lulopetismo, com suas promessas de transformar o país, e o Norte de Minas junto, na terra prometida, onde abundaria leite e mel e, com um pouco de sorte, pedaços de asfalto para livrar o sofrido povo sertanejo da convivência secular com a poeira e a lama durantes suas andanças pelas estradas daquele pedaço dessa Minas profunda e abandonada.

 Asfalto da BR-135, ainda inconcluso no trecho Manga-Itacarambi, é alvo de disputa entre Zé Silva, Arlen e Paulo Guedes: filho bonito tem muitos pais  

Por que o comício de Arlen e Zé Silva foi um fiasco é uma questão em aberto. O fato é que foi. Segundo uma fonte próxima o prefeito de Manga Santiago, Joaquim de Oliveira, o Quinquinha do Posto Shell (PPS), aliado de primeira hora de Arlen Santiago, arranjou uma desculpa para deixar Montalvânia mais cedo e sem discursar. Temia ser fotografado no trio elétrico sem plateia para assistir a falação dos deputados e quejandos.     

Pode ser que o povo não suporte mais a cara de pau dos políticos. O deputado Paulo Guedes avalia que o boicote da população de Montalvânia foi um reconhecimento do seu trabalho em favor da estrada, mas vai saber. Guedes precisa fazer sua "inauguração"particular para mostrar se leva mais gente à praça. O petista reagiu à investida de Arlen e Zé Silva com comunicado publicado nas redes sociais.

Guedes chamou de "oportunista" os deputados Arlen e Zé Silva, aliados do senador afastado Aécio Neves, que, naturalmente, não plantaram o capim em que agora colocam os burros da sua propaganda enganosa para pastar. O PSDB de Aécio, a quem os dois são conhecidos serviçais, ficou no Palácio Liberdade por 11 anos e não e tem notícia do trabalho de ambos em favor da BR-135. Se não agem com o espírito da provocação, certamente queriam demonstrar que os são os novos donos do curral eleitoral do extremo Norte de Minas.   

É do jogo da política requerer o DNA do filho bonito. Paulo Guedes paga o preço da leniência dos governos do seu partido, que deixaram essa e outras tantas obras pela metade do caminho. Sem falar da incompetência que levou a ex-presidente Dilma Rousseff para o cadafalso do golpe parlamentar, por absoluta falta de tato e jogo de cintura, que agora seu sucessor Michel Temer usa e abusa para jogar o país em merda pior do que já nos encontramos todos.

Na sua nota, Guedes lembra que a "sua luta" pelo asfalto da BR-135 começou há quase 20 anos, quando eu ainda era vereador da cidade de Manga. “Nossa busca pela realização desse sonho não teve tréguas. Juntamente com o ex-deputado Virgílio Guimarães, organizamos protestos, mobilizamos vereadores, prefeitos, ministros e presidentes; foram inúmeras idas a Brasília e incontáveis reuniões para conseguir os recursos e vencer a burocracia que nos desafiava o tempo inteiro, escreveu o petista.

Guedes se diz surpreso com a atitude dos deputados Arlen Santiago e Zé Silva, que nunca batalharam pela obra e agora, e que agora vão à região para dizer que são os responsáveis pela chegada do asfalto. "Arlen sempre torceu contra e o segundo sequer era deputado quando a obra foi autorizada. Sem nada para mostrar à população, montam uma suposta inauguração sem qualquer autorização do Dnit, antes mesmo da empresa ter concluído os trabalhos", denuncia o petista.

"Não importa a cor do gato"

Os dois primeiros trechos da BR-135 na região, Manga a Monte Rei e Montalvânia até a divisa com a Bahia, foram concluídos em 2012, ainda durante o governo de Dilma Rousseff. Já o subtrecho Monte Rei-Montalvânia teve a obra interrompida no final de 2011, após a empresa vencedora da licitação ter quebrado e deixado o canteiro de obras. Guedes diz que continuou na luta pela retomada do asfalto e teria conseguido, em novembro de 2014, três anos depois, durante o governo da presidenta Dilma, a contratação de uma nova empresa, o que possibilitou a conclusão da obra.

O deputado petista promete participar da "inauguração verdadeira" do asfalto, assim que o Dnit der a obra como finalizada. "Vamos comemorar e reconhecer o trabalho de todos aqueles que realmente lutaram pela BR-135", diz. 

Ainda sobre a paternidade da BR-135 entre Itacarambi e a divisa com a Bahia é preciso fazer justiça com o vice-presidente nos dois mandatos de Lula, o norte-mineiro José de Alencar, morto em 2011. Partiu dele o gesto concreto de chamar o grupamento de engenharia do Exército para tirar as amarras que atrasavam o projeto, durante passagem como interino pela Presidência da República.

Pragmático, Zé de Alencar costumava dizer que não importa a cordo do gato, o que interessa é se ele consegue caçar o rato. Vale para Arlen Santiago e Zé Silva.

A dupla têm ainda uma de aparecer bem na foto dos políticos que brigaram pelo asfalto. Há ainda 30 quilômetros de poeira e lama na BR-135 no trecho entre Manga e o povoado de Rancharia. Que tal a dupla correr atrás do prejuízo e consegui a retomada da obra, antes que o periclitante governo Temer vire cinzas e apareçam novos donos para esse do atraso em que se torno o extremo Norte de Minas?  Fonte: www.luisclaudioguedes.com.br

 Novidade
  29 Junho de 2017
WHATSAPP
Aprovado o uso de WhatsApp para intimações judiciais, se partes aderirem voluntariamente.

O Conselho Nacional de Justiça aprovou a utilização do aplicativo de celular Whatsapp como ferramenta alternativa para a apresentação de intimações em todo o Judiciário. O uso do WhatsApp como ferramenta de comunicação de atos processuais teve início em 2015.

FACULTATIVO

Portaria sobre o assunto esclarece que o uso do aplicativo é facultativo e só pode acontecer quando todas as partes envolvidas no processo aderirem aos seus termos voluntariamente.

INTIMAÇÕES

A norma prevê ainda a utilização do WhatsApp apenas para a realização de intimações. Além de facultativa, a portaria exige a confirmação do recebimento da mensagem no mesmo dia do envio; caso contrário, a intimação da parte deve ocorrer pela via convencional.

 Polícia
  28 Junho de 2017
VANDALISMO
Ponte sobre o rio Cochá, na comunidade de Novo Horizonte, sofre princípio de incêndio.

Parece que algo ou alguém conspira contra o sucesso desta atual Administração. Após sabotarem o ônibus da Saúde que transporta pacientes para tratamento fora domicílio, colocando areia no motor e pondo em risco a vida de 43 pacientes em busca de tratamento de saúde, na sua maioria idosos, um ato de vandalismo chocou a cidade.

Na segunda-feira (26) a noite funcionários do Departamento de Obras que trabalhavam na região de Novo Horizonte e já estavam descansando foram avisados de que a ponte sobre o rio Cochá que dá acesso a comunidade estava pegando fogo.

Os funcionários saíram às pressas e ainda tiverem tempo de conter o princípio de incêndio, evitando prejuízos ao Município e até uma tragédia.

A ponte, que foi recebida pela atual Administração em péssimo estado de conservação, com várias tábuas faltando, o que deixava buracos à vista, colocando em risco a vida de motoristas e das pessoas do local, havia tido as tábuas trocadas, pondo fim aos buracos, na segunda-feira (26), pela manhã, enquanto aguarda a liberação de recursos para uma reforma total.

Mas logo após o serviço de manutenção, no mesmo dia a noite, tentaram por fogo na ponte que, se tivesse sido queimada iria atrapalhar bastante a vida de muita gente, além de causar prejuízo ao Município.

A notícia só chegou hoje porque os servidores ficaram na localidade terminando outros serviços e só chegaram á cidade na noite desta terça-feira (27).

O chefe de Departamento de Obras, Cleomar Pereira da Silva, acionou a Polícia Militar e registrou um Boletim de Ocorrência.

O caso será investigado e apurado.

Fernando Abreu / Jornalista