SITE OFICIAL DA CIDADE DE MONTALVÂNIA
WWW.MONTALVANIA.COM.BR

Publicidade: (77) 9 9949-4184
Parceiros1

ÚLTIMASNOTÍCIAS

    Festa

  13 Novembro de 2019

Festa do Jeans - A Festa


  Ingressos à venda

Compre já o seu
Você não vai ficar de fora da melhor de todas, né!?



Compartilhe nas Redes Sociais

    Palestra

  13 Novembro de 2019

Cidades da região de Januária recebem atividades da Semana Global do Empreendedorismo


  Ações serão em Itacarambi, Januária, Manga, Montalvânia, São Francisco e Icaraí de Minas.


“Empreender é viver o futuro hoje”. Esse será o tema da 12ª edição da Semana Global do Empreendedorismo (SGE), que acontece de 18 a 24 de novembro, em todos os estados do país. O evento é um movimento que inspira, conecta e capacita pessoas que se interessam em empreender. Serão realizadas palestras, workshops, oficinas, feiras, cursos, debates e competições online. Em algumas regiões do Brasil, a programação irá além, se estendendo ao longo de todo o mês de novembro.


O Sebrae, que acredita no poder transformador do empreendedorismo como motor para o desenvolvimento econômico social, participa e fomenta esse movimento, realizado em 170 países. Já são 1675 eventos em 305 municípios mineiros com cerca de 300 mil vagas disponíveis por aproximadamente 200 entidades parceiras. A maioria das atividades são gratuitas.


O Sebrae é a instituição responsável pela coordenação nacional da inciativa que se estende por 170 países, juntamente com um Conselho de nove instituições: Aliança Empreendedora, Anjos do Brasil, Anprotec, Artemisia, Brasil Junior, CONAJE, Endeavor e Junior Achievement, além de órgãos do poder público, empresas, organizações não governamentais, incubadoras, aceleradoras, entre outros agentes da sociedade.


Na microrregião de Januária, as cidades de Itacarambi,  Manga, Montalvânia, São Francisco, Icaraí de Minas e Januária vão receber atividades durante a semana.


 Confira a programação:

Itacarambi
Palestra: Gestão Financeira
20/11/2019
19h
Carrancas Bar – Praça Lucilio Azevedo

 

Montalvânia
Palestra: Gestão Financeira
19/11/2019
19h
Auditório Juarez Espínola Guedes – Av Santos Dumont, S/N

 

Manga
Palestra: Gestão Financeira
20/11/2019
19h
CEIM Contos de Fadas- Rua Venceslau Bras S/n

 

São Francisco
Palestra: Gestão de Marketing
21/11/2019
19h
Fadenorte –Av Montes Claros,767

 

Januária
Palestra: o novo cenário econômico no segmento supermercadista
21/11/2019
19h
CDL de Januária - R. Cônego Marinho, 65

 

Icaraí de Minas
Palestra: Educação Empreendedora
27/11/2019
19h
Restaurante  Sabor Mineiro, R. Epaminondas Leite, 372

 

Icaraí de Minas
Curso Oficina Del
28/11/2019
08h
Câmara Municipal - R. Maria de Jesus, 369

 

Inscrições e informações podem ser feitas pelo site http://empreendedorismo.sebraemg.com.br/



Compartilhe nas Redes Sociais

    Comemoração

  09 Novembro de 2019

FESTA


  PREFEITURA, POR MEIO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE, COMEMORA O DIA DO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE E DO AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS COM ANIMADA FESTA.

O Brasil comemora em 4 de outubro o Dia Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate a Endemias. Mas a Prefeitura de Montalvânia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, comemorou a data nesta sexta-feira (8), com uma tarde de muita alegria e interação entre os agentes e outros profissionais da Saúde em um barzinho a margem do rio Cochá.


Os profissionais saíram de suas rotinas diárias e se divertiram bastante ao som do cantor André Brossi. Teve sorteios de brindes e brincadeiras que fizeram com que todos se interagissem numa animada confraternização preparada com muito carinho pela equipe da Secretaria Municipal de Saúde, representada pela secretária Ana Nery Mendes.


O Agente Comunitário de Saúde – ACS é um dos profissionais que compõem a equipe multiprofissional nos serviços de atenção básica à saúde e desenvolve ações de promoção da saúde e prevenção de doenças, tendo como foco as atividades educativas em saúde, em domicílios e coletividades. É um personagem muito importante na implementação do Sistema Único de Saúde, fortalecendo a integração entre os serviços da Atenção Primária à Saúde (APS) e a comunidade.


O Agente de Combate às Endemias – ACE, desenvolve um relevante serviço à saúde pública, tendo como atribuição o exercício de atividades de vigilância, prevenção e controle de doenças e promoção da saúde. É um profissional fundamental para a atenção básica e o controle de endemias, trabalha de forma integrada às equipes da Estratégia Saúde da Família, contribuindo para a promoção da integração entre as vigilâncias epidemiológica, sanitária e ambiental.

Parabéns a estes profissionais que, tão bem, desempenham a importante tarefa de levar Saúde a todas as camadas da população! 


Fonte: ASCOM - Prefeitura de Montalvânia / Jornalista responsável: Fernando Abreu


Compartilhe nas Redes Sociais

    Novidade

  06 Novembro de 2019

Inmetro vai exigir certificação digital de bomba de combustível, a partir de dezembro


  O Inmetro informou que, a partir de dezembro, só vai aprovar modelos de bombas medidoras de combustíveis líquidos (gasolina, diesel e etanol) que tenham certificação digital.


FRAUDES

O objetivo é coibir a ocorrência de fraudes no abastecimento ao consumidor final. De acordo com o Inmetro, as novas bombas com certificação digital vão se comunicar com o consumidor, por meio de aplicativo de celular.


CELULAR

“Ele vai poder ver o resultado tanto no celular dele, como no indicador da bomba”, disse chefe do Inmetro. A substituição será feita de forma gradual, em função do ano de fabricação da bomba, e terá o período máximo de 15 anos.



Compartilhe nas Redes Sociais

    TURISMO

  06 Novembro de 2019

Grupo do Norte de Minas participa de missão técnica no Parque Nacional da Serra da Capivara, no Piau


  Iniciativa trouxe experiência e aprendizado para o turismo regional.


Uma comitiva ligada ao setor turístico das cidades de Januária, Itacarambi, São João das Missões, Manga, Bonito de Minas e Porteirinha participou, no último fim de semana, de uma missão técnica ao Parque Nacional da Serra da Capivara, em São Raimundo Nonato, no Piauí.  A inciativa, organizada pelo Sebrae Minas, pelos Condutores do Parque Cavernas do Peruaçu e pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), teve como objetivo conhecer as boas práticas utilizadas pelos condutores do local, além de empresários, lideranças, artesãos e pelo próprio ICMBio. A visita ainda propiciou trocas de experiências, que podem ser implantadas no Parque Nacional Cavernas do Peruaçu, em Januária e Itacarambi. 


O Parque Nacional da Serra da Capivara possui as maiores concentrações de sítios pré-históricos das Américas e pinturas rupestres do mundo, o que garantiu o título de Patrimônio Cultural da Humanidade, pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). A região também tem paisagens singulares, com cânions, chapadas e formações rochosas. “Foi uma experiência única. Todos entenderam a importância de profissionalizar o turismo na nossa região, pois temos fácil acesso e belezas naturais também exuberantes. Percebemos que organização, liderança e governança fazem toda a diferença. Todos voltaram com essa proposta e, agora, vamos colocar em prática”, destaca a analista do Sebrae Minas Aline Magalhães.


Para Aurélio Vilares, do receptivo Alma Barranqueira, a missão animou todos os envolvidos com o turismo na região. “Podemos fazer um comparativo da forma do trabalho feito na Serra da Capivara com o que já fazemos no Peruaçu, e observar onde precisamos melhorar. Essa troca de experiência é importante para a gente ver na prática o resultado de ações que ainda podemos desenvolver”, enfatiza.


Leidson dos Reis, condutor e agente de turismo em Januária destacou a importância da missão. “Com a visita, pudemos fazer uma comparação in loco do que é feito na Serra da Capivara com o que já fazemos aqui no Peruaçu, no que diz respeito a receptivo e condutores. Entendemos que estamos no caminho certo, mas podemos aperfeiçoar muito. Vimos que é possível melhorar nosso atendimento, mesmo sem grandes investimentos, mas buscando parcerias que podem contribuir como nosso crescimento”, ressalta.


Rumo ao reconhecimento

O Parque Nacional Cavernas do Peruaçu está em processo de reconhecimento como patrimônio da humanidade pela pela Unesco. Situado entre os municípios de Januária, Itacarambi e São João das Missões possui cerca 140 cavernas, sendo que a maior é a Gruta do Janelão, com 4,7 quilômetros de extensão e altura de 100 metros, onde se encontra uma estalactite de 28 metros de comprimento, considerada a maior do mundo. O Parque possui mais de 80 sítios arqueológicos e pinturas rupestres com cerca de 12 mil anos.   Um dos destaques do “santuário” é o paredão de arte rupestre da Lapa dos Desenhos, com mais de três mil figuras, da mais variadas cores e formas. Outros atrativos são a Trilha do Rezar, Lapa Bonita, Lapa do Rezar, Dolina dos Macacos e o Arco do André. Fonte: Prefácio Comunicação


Compartilhe nas Redes Sociais

    Rio Cochá

  04 Novembro de 2019

S.O.S. RIO COCHÁ


  SOBRE O VÍDEO DOS PEIXES MORTOS NO RIO COCHÁ.

Texto editado

- Técnicos visitam o local em que foi encontrada uma quantidade considerável de peixes mortos no rio e Cochá, município de Juvenília, nesta sexta-feira (25), coletam materiais e adiantam que há uma grande possibilidade das mortes terem sido causadas por asfixia. Mas um biólogo diz que o uso de agrotóxicos não pode ser afastado, que a morte por asfixia é uma hipótese plausível a ser considerada, mas somente um laudo poderá aceitá-la ou refutá-la.

Após a grande repercussão que teve o vídeo gravado por um morador da zona rural de Juvenília e divulgado aqui neste espaço, em que mostra uma quantidade considerável de peixes mortos no rio Cochá, após as primeiras chuvas que caíram na região, diversos órgãos ambientais tomaram conhecimento do fato e foram até o local verificar o que realmente poderia ter ocorrido.


O coordenador regional do Instituto Estadual de Florestas - IEF, Mário Lúcio dos Santos, esteve na cidade com sua equipe na tarde desta sexta-feira (25), e juntamente com o presidente da Associação Cochanina Águas do Norte – ACAN, Renan Montalvão; secretário municipal de Desenvolvimento, Agricultura e Meio Ambiente de Juvenília, Luiz Antônio Silva dos Santos (Toninho Lageado), e o professor de biologia da Escola Estadual Antônio Ortiga (Juvenília), Antônio Elísio de Lima e alguns produtores rurais cochaninos foram até o local, onde foi feita uma coleta de material para análises laboratoriais, bem como uma análise detalhada dos fatos ali encontrados.


De acordo com o presidente da ACAN, Renan Montalvão, em princípio, numa análise prévia, mas com grande possibilidade de acerto, trata-se realmente de morte por asfixia. Pelos fatos e motivos abaixo elencados:


1º - O evento teve início pouco abaixo da foz da Grota do Paiol e se estendeu por um trecho de aproximadamente 4,0 km (trecho em que foram encontrados peixes mortos);

2º - O fato começou a ser percebido pelos moradores ribeirinhos por volta das 8 horas da manhã de ontem (24/10/19), ou seja, logo em seguida a uma forte chuva (que variou de 80 a 100 mm) em alguns pontos da região e que ocorreu na noite de 23/10/19 para 24/10/19;

3º - Foi constatado que na passagem (galeria) da Grota do Paiol pelo asfalto (BR-030) que o volume de água naquele ponto, chegou a 1,0 m de altura. Considerando que a bacia da Grota do Paiol possui uma área topográfica de 4.630,0038 hectares e considerando ainda que a precipitação média da chuva foi de 80 mm, foi escoado num curto espaço de tempo o equivalente a 3.704.000 (três milhões e setecentos e quatro mil) litros de água. Fato que provocou o arraste ou carreamento de grande volume de sedimentos (areia, silte e argila, dentre outros) para o leito do rio;

4º - Foi constatado grande quantidade dos sedimentos supramencionados nas guelras de todos os peixes analisados, fato que, se não comprova, reforça em muito a teoria de morte por asfixia;


5º - Conforme bem observado por um morador ribeirinho, não se verificou mortalidade de traíras, espécie reconhecidamente resistente a lama propriamente dita;

6º - Não foi constatada a presença de peixes em estado agonizante, fato que seria indício de envenenamento.

Renan diz ainda que convêm ressaltar que, o início do período chuvoso normalmente ocorre com chuvas esparsas de pequena intensidade, o que permite a acomodação ou o carreamento dos sólidos em suspensão de forma mais lenta. Uma precipitação desse porte (80 mm) num curto espaço de tempo desencadeia o tipo de processo, previamente exposto (aumento da quantidade de partículas sólidas em suspensão na água).


Ainda segundo Renan já se encontra em andamento desde o dia 30 de abril de 2019 elaboração de projeto técnico de recuperação ambiental da Grota do Paiol e outros córregos na região, sob a supervisão da CODEVASF.


O OUTRO LADO

Por outro lado o biólogo, Diego Gutierrez, acho pouco condescendente rechaçar ou minimizar uma possível causa para esta ocorrência.

Segundo ele nossos rios, até hoje, são perenes, e ainda que reduzam seu volume, é impossível a redução da oxigenação da água do rio Cochá (enquanto for perene e não tiver nenhuma interferência humana). De acordo com o biólogo o leito do Cochá é rochoso, formando corredeiras por todo seu percurso, favorecendo a sua oxigenação e o processo de lixiviação, por si só, não seria capaz de causar a mortandade dos peixes (de várias espécies, tamanhos e idades).


- Assim fosse não existiriam peixes nos Rios São Francisco, das Velhas, das Mortes e tantos outros que sofrem com assoreamento e lixiviação por períodos mais longos do que ocorre em nosso rio. Mas aproveito a análise técnica do Renan Montalvão, para acrescentar, também, a minha análise:

É sabido que temos longos períodos de estiagem há pelo menos duas décadas, e que a maioria das propriedades rurais não dispõem de sistemas de irrigação, ficando reféns das chuvas de fim de ano para o plantio.


E a utilização dos agrotóxicos nos períodos que antecedem as chuvas é um agravante potencial ao que ocorreu em nosso rio.


O processo de lixiviação, como bem foi dito, remove as partículas superficiais do solo, causando erosão, e este material, por conseguinte, é levado pelas enxurradas às grotas e rios.


Acontece que ao pulverizar os defensivos agrícolas, estes não vão somente para as plantas ou ervas daninhas que vierem a crescer com as primeiras chuvas, mas também, e principalmente, ao solo superficial.


Este mesmo solo onde foi pulverizado os defensivos podem ter sofrido lixiviação e ter sido levado ao rio. E repito, a lixiviação, por si só, não causaria asfixia aos peixes, mas estas partículas de solo impregnadas por agrotóxicos poderiam sim levar os peixes à morte, uma vez que as brânquias são altamente vascularizadas (elas fazem o papel de nossos alvéolos pulmonares, em vez de remover o oxigênio do ar, remove-o da água), e além do oxigênio, absorvem os químicos presentes nas partículas sólidas vindas da lixiviação.



Sendo assim, o uso de agrotóxicos não pode ser rechaçado, é uma hipótese plausível a ser considerada e somente um laudo poderá aceitá-la ou refutá-la.

Diego diz não querer desmerecer nenhum comentário ou análise, mas que também tem capacidade técnica para fazê-lo, e o fez para acrescentar valor à elucidação do problema.


- Acredito que todas essas informações técnicas deveriam ser repassadas aos agricultores, não somente para o descarte correto dos vasilhames dos defensivos, como também o bom uso dos mesmos. Acredito, ainda, que ações como estas só têm a somar, e evitar situações como estas que estamos, infelizmente, presenciando, declara o biólogo.



ANÁLISE TÉCNICA

Segundo o supervisor regional IEF-AMSF, Mário Lúcio dos Santos, que esteve no local, foi possível constatar a morte de diversas espécies de peixes, dentre elas: cari, tuviras, piranhas, curimatá, piau, mandim, piau etc. Segundo os moradores locais, a mortandade ocorreu logo após um grande episódio de chuvas , ocorrido na quinta-feira ( 24) e, intensa descida de sedimentos, principalmente após a Grota do Paiol.


O supervisor regional afirma que no momento da vistoria não foi constatado peixes na superfície que apresentassem indícios de contaminação ou que estivessem agonizando. E também não se observou qualquer outro animal morto em decorrência da ingestão de peixes e que o rio continua turvo e sem alteração no odor.

Mário Lúcio diz ainda que foi possível constatar que ocorreu a passagem de grande quantidade de água e sedimentos sobre a BR 135, em decorrência da chuva torrencial que atingiu a região na noite da mortandade ( 87mm).


- Após análise visual das carcaças de peixes, da água e dos relatos dos moradores locais, foi possível inferir que a causa da mortandade dos peixes no Rio Cochá deveu-se ao rápido aumento no teor de sedimentos e redução da concentração de oxigênio dissolvido na água. Nesse sentido, Será encaminhado ofício às prefeituras municipais de Montalvânia e Juvenília para que sejam realizadas, juntamente com os proprietários rurais, atividades que diminuam o aporte de sedimentos nos cursos dáguas locais, como por e exemplo, a construção de barraginhas, recomposição da vegetação ciliar e plantio em nível. Os demais órgãos do Sistema Estadual de Meio Ambiente - SISEMA serão comunicados para que fiscalizem os empreendimentos e o uso da água no rio Cochá, esclarece o supervisor.


Fonte: Fernando Abreu / Jornalista


Compartilhe nas Redes Sociais

    Feriado

  31 Outubro de 2019

2 DE NOVEMBRO DIA DE FINADOS


  Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém que o que mais queremos é tirar essa pessoa de nossos sonhos e abraçá-la.


O Dia de Finados é comemorado em 02 de novembro no Brasil, feriado nacional e tradicional data de homenagem a falecidos.


 A celebração de Finados é muito importante para algumas religiões, principalmente para os católicos, pois se presta homenagem a todos os entes queridos que já morreram. 


As demonstrações de amor ocorrem de diversas formas, especialmente com flores, consideradas um símbolo de afeto. Ganham espaço as flores permanentes (artificiais), dada a semelhança com as naturais, com a vantagem de não se deteriorarem rapidamente.



"Aqueles que amamos não morrem jamais! Apenas partem antes de nós..."

CLIQUE AQUI PARA RECORDAR



Compartilhe nas Redes Sociais

    Hospital Cristo Rei

  26 Outubro de 2019

HOSPITAL CRISTO REI


  Informativo.


O laboratório Cristo Rei de Montalvânia informa a toda população cochanina e demais usuários dos serviços que através de investimento em equipamentos e capacitação de seus profissionais conseguimos atender com muita agilidade os exames de pacientes internos(SUS) e externos(particular) também .

Agora é possível realizar exames de URGÊNCIA com entrega de resultados no mesmo dia em até 2 horas.


Para atender a esta demanda, a Fundação de Saúde de Montalvânia oferece resultados preciso e de altíssima qualidade pois usa em seu Laboratório Equipamentos com tecnologia Roche Diagnóstica .


No laboratório do Hospital Cristo Rei você encontra :

- Tabela de preço particular especial.

- Conforto e acolhimento no atendimento.

- Rapidez e segurança no diagnóstico.

- Parcelamento em até 3x no cartão.

Obs: Consultar condições de parcelamento.

Veja mais... LINK


Compartilhe nas Redes Sociais

    Segurança

  26 Outubro de 2019

PREFEITO DR. JOSÉ RECEBE VISITA DO NOVO DELEGADO DO MUNICÍPIO E EQUIPE REGIONAL DA POLÍCIA CIVIL


  ...

O prefeito Dr. José Ornelas recebeu em seu gabinete, na manhã desta quinta-feira, a visita do novo delegado do município, Davdson Marcos dos Santos Lira, que assume o comando da Delegacia de Polícia Civil de Montalvânia, há cinco anos sem delegado titular e equipe regional da Polícia Civil.


O novo delegado, acompanhado do investigador da Polícia Civil em Montalvânia, Rogério Vasconcelos; chefe do 11º Departamento de Polícia Civil, Jurandir Rodrigues; delegada regional de Segurança Pública de Januária, Lujan Pinheiro de Souza; inspetor geral da Polícia Civil de Montes Claros, Eduardo Oliveira Moreira e inspetor da Polícia Civil de Janaúba, Luciano F. Silva.


Montalvânia é um dos oito municípios do Norte de Minas Gerais que contam com a atuação de novos delegados da Polícia Civil a partir deste mês de outubro.


O chefe do 11º Departamento de Polícia Civil, Jurandir Rodrigues, que abrange oito municípios do Norte de Minas, explica que os profissionais foram destinados a esses locais com o objetivo de atender ao déficit das delegacias no interior de MG. A região Norte foi a que recebeu maior número de delegados e passa a contar com 50, distribuídos em 19 comarcas.


- O delegado de Polícia Civil é o gestor da unidade policial e o presidente das investigações. Antes de ser imprescindível na condução dos trabalhos da delegacia, é de extrema importância para o enfrentamento com qualidade dos índices de criminalidade e é o responsável pela promoção da segurança pública, destaca.

Sem delegados há cinco anos

Alguns dos profissionais foram designados para municípios que ficaram sem delegados titulares por cinco anos, como Montalvânia, Monte Azul e Porteirinha. Os locais eram atendidos por profissionais de outras delegacias.


- Delegados, em acúmulo de atribuição com outras unidades policiais, vinham conduzindo as investigações dando prioridade aos fatos relevantes. Com um delegado titular nessas unidades policiais, todo e qualquer delito poderá ter a devida atenção por parte da Polícia Civil, fala Jurandir Rodrigues, que ainda tem a expectativa de receber mais profissionais oriundos dos cursos de formação de investigadores e escrivães, que estão sendo realizados.


O prefeito deu as boas-vindas ao novo delegado, expôs os principais problemas que o novo delegado deverá enfrentar e disse que o Poder Público Municipal está a disposição do profissional, inclusive, já cedendo uma servidora para a delegacia de Polícia.

Fonte: ASCOM - Prefeitura de Montalvânia / Jornalista responsável: Fernando Abreu


Compartilhe nas Redes Sociais

    Segurança

  25 Outubro de 2019

MONTALVÂNIA AGORA TEM DELEGADO


  A partir de agora o delegado Davdson Marcos dos Santos Lira assume o comando da Delegacia de Polícia Civil de Montalvânia, há cinco anos sem delegado titular.

Montalvânia é um dos oito municípios do Norte de Minas Gerais que contam com a atuação de novos delegados da Polícia Civil a partir deste mês de outubro.


O chefe do 11º Departamento de Polícia Civil,

Jurandir Rodrigues, que abrange oito municípios do Norte de Minas, explica que os profissionais foram destinados a esses locais com o objetivo de atender ao déficit das delegacias no interior de MG. A região Norte foi a que recebeu maior número de delegados e passa a contar com 50, distribuídos em 19 comarcas.


- O delegado de Polícia Civil é o gestor da unidade policial e o presidente das investigações. Antes de ser imprescindível na condução dos trabalhos da delegacia, é de extrema importância para o enfrentamento com qualidade dos índices de criminalidade e é o responsável pela promoção da segurança pública, destaca.


Sem delegados há cinco anos


Alguns dos profissionais foram designados para municípios que ficaram sem delegados titulares por cinco anos, como Montalvânia, Monte Azul e Porteirinha. Os locais eram atendidos por profissionais de outras delegacias.


- Delegados, em acúmulo de atribuição com outras unidades policiais, vinham conduzindo as investigações dando prioridade aos fatos relevantes. Com um delegado titular nessas unidades policiais, todo e qualquer delito poderá ter a devida atenção por parte da Polícia Civil, fala Jurandir Rodrigues, que ainda tem a expectativa de receber mais profissionais oriundos dos cursos de formação de investigadores e escrivães, que estão sendo realizados.


Nossas boas vindas e o desejo de um excelente trabalho na condução da Segurança Pública de nosso município!


Foto: Inspetor da Polícia Civil de Janaúba, Luciano F. Silva; delegada regional de Segurança Pública de Januária, Lujan Pinheiro de Souza; chefe do 11º Departamento de Polícia Civil, Jurandir Rodrigues; o novo delegado de Montalvânia, Davdson Marcos dos Santos Lira,

Investigador da Polícia Civil em Montalvânia, Rogério Vasconcelos e o inspetor geral da Polícia Civil de Montes Claros, Eduardo Oliveira Moreira.

Fonte: Fernando Abreu / Jornalista



Compartilhe nas Redes Sociais

Parceiros1

Parceiros2
Microrcim Microrcim L&C Glass Design L&C Glass Design